Regras Gerais Minha Casa Minha Vida

Regras Gerais MCMV

Minha Casa Minha Vida – Tudo Sobre













Minha Casa Minha Vida – Todo início de ano é uma boa oportunidade para atingir uma meta ou realizar aquele sonho tão esperado, e qual sonho é melhor de se realizar se não o sonho da casa própria.

Sendo assim, para aqueles que querem contar com taxas mais vantajosas na hora de financiar um imóvel, o Programa Minha Casa Minha Vida pode ser um importante facilitador.

Assim, lançado em 2009, o MCMV foi criado pelo Governo Federal com o objetivo de resolver o problema do déficit habitacional no Brasil, em áreas urbanas e rurais.

Então fique atento a nossas informações, aproveite e curta nossa Fanpage.

Veja o que temos sobre Minha Casa Minha Vida

Primeiramente, antes de participar, é preciso entender que como qualquer programa do Governo Federal, o Minha Casa Minha Vida possui regras e pré-requisitos a serem cumpridos pelos participantes.

Quer saber quais são eles? Então, confira todos os detalhes abaixo.

financiamento minha casa minha vida

Pre Requisitos Para Participar Do MCMV

Morar Em Cidade Com Mais De 100 Mil Habitantes

Este é o primeiro pré-requisito exigido para participar do Programa Minha Casa Minha Vida.

Sendo assim, se você mora em uma cidade que tenha mais de 100 mil habitantes, você já está a um passo da tão sonhada casa própria.

No entanto, não devemos nos esquecer dos participantes que se encaixam em “casos especiais”.

Por exemplo, se você mora em uma cidade que tenha de 50 a 100 mil habitantes, mas a maioria da população não tiver casa própria, você também pode participar do programa.

Veja mais sobre o Minha Casa Minha Vida

Possuir Renda (Formal Ou Informal)

Não importa como você obtém sua renda, sendo informal (autônomo) ou tendo vínculo empregatício, as duas rendas vale para participar do MCMV.

No entanto, os interessados que possuem registro, devem apresentar sua carteira de trabalho para comprovação de renda e contracheque.

Entretanto, os que são autônomos, devem apresentar o carnê no INSS.

Não Ter Sido Beneficiário De Programa Habitacional Do Governo

Em algum momento da vida, você recebeu recursos para financiamento habitacional do Governo Federal? Se a resposta foi “sim”, então você não está apto a participar do MCMV.

Não Possuir Financiamento Imobiliário Ou Casa Própria

O Programa Minha Casa Minha Vida, foi criado com o objetivo de fornecer a primeira casa própria para todos os brasileiros.

Sendo assim, se você já possui algum financiamento de casa ou apartamento, ou até possui sua casa própria, você não poderá participar do programa.

Faixa De Renda

Este é um dos pré-requisitos mais importantes do MCMV.

No entanto, o programa conta comum facilitador que é a faixa de renda familiar, ou seja, a sua renda somada com a de todos os membros da sua família.

Sendo assim, o programa Minha Casa Minha Vida apresenta quatro planos disponíveis, de acordo com o perfil do interessado:

  • Faixa 1: para famílias com renda mensal de até R$ 1,8 mil;
  • Faixa 1,5: limite de renda mensal passa de R$ 2,6 mil;
  • Faixa 2: limite de renda mensal passa de R$ 4 mil;
  • Faixa 3: limite de renda mensal passa de R$ 9 mil;


programa minha casa minha vida

Regras Para O Programa Minha Casa Minha Vida

Então, se para este ano, assim como milhares de pessoas você quer realizar o sonho da casa própria, fique atento, pois o governo anunciou algumas mudanças e novas regras, visando melhorar o programa.

Mudanças Na Renda (Faixa 1)

Um dos principais pré-requisitos para participação no Programa Minha Casa Minha Vida teve alteração neste ano, a renda.

Sendo assim, o limite da renda para a Faixa 1 aumentou de R$1,6 mil para R$1,8 mil mensais por família, sendo este o grupo que recebe mais subsídios e também é isento de juros.

Estrutura Das Casas

Com o intuito de fornecer casas e apartamentos com mais espaço e conforto para os participantes do Programa Minha Casa Minha Vida, o Governo Federal decidiu fazer algumas mudanças.

Neste ano, irá haver mudanças no que diz respeito à infraestrutura das unidades habitacionais.

Agora, a ideia é aumentar as residências em cerca de 2 metros quadrados na planta, utilizando paredes e lajes com maior espessura.

Financiamento Pró – Cotista

Suspenso em junho de 2017, o Governo Federal resolveu retomar o financiamento habitacional pró-cotista para o Programa Minha Casa Minha Vida.

Assim, este financiamento é destinado à compra de imóveis a juros mais “em conta” para os trabalhadores que têm conta vinculada ao Fundo de Garantia o (FGTS).

Além disso, com o Pró-Cotista, será elevado de 50% para 70% o limite de financiamento para imóveis usados.

minha casa minha vida caixa

Como Se Inscrever No Programa Minha Casa Minha Vida

Para as famílias que possuem renda de até três salários mínimos e que fazem parte dos requisitos para receberem casas populares, devem se dirigir as prefeituras de suas cidades, para buscar orientações de como se cadastrar no programa.

No entanto, as famílias que se enquadram nas demais faixas (renda familiar superior a três salários), devem procurar diretamente as agências da Caixa Econômica Federal, para mais informações e instruções sobre o cadastro.

Entretanto, os interessados que se enquadrem nas faixas 2 ou 3 também têm a opção de se dirigir diretamente para a construtora ou incorporadora escolhida para realizar o cadastro.

Porém, se a renda familiar for maior do que três salários mínimos, você deve ir até uma agência da Caixa ou entidade parceira, para realizar a inscrição e obter o auxílio para comprar ou construir a casa.

Veja também Como Fazer O Cadastro No MCMV – Clique aqui.

apartamento minha casa minha vida

Situações Especiais Para Inscrição Programa Minha Casa Minha Vida

Sendo assim, as situações especiais são:

  • Se estrangeiro: ser detentor de visto permanente no País;
  • Se impossibilitado de comparecer para assinar o instrumento contratual ou analfabeto é exigida a procuração por instrumento público, ou assinatura a rogo no contrato, acompanhada da assinatura de duas testemunhas;
  • Se deficiente, apresentar atestado ou laudo médico que comprove a deficiência alegada e que contenha a espécie, o grau ou nível de deficiência e a CID;
  • Se maior de 18 anos declarado incapaz, apresentar sentença judicial de interdição com a nomeação do curador;


minha casa minha vida inscrição

Documentação Necessária Para O MCMV

Para se cadastrar no MCMV, o interessado deve apresentar os seguintes documentos:

  • Carteira de identidade (RG);
  • Cadastro de pessoa física (CPF);
  • Comprovante de renda dos últimos seis meses;
  • Extrato recente do FGTS (onde também se pode fazer o cadastro com o FGTS);
  • Declaração anual do imposto de renda (Pessoa Física);
  • Cópia da Carteira de Trabalho;
  • Comprovante do estado civil;
  • Cópia CTPS;
  • Comprovante de despesas: (aluguel, luz, água);

De posse desses documentos, dirija-se ao local responsável e faça o seu Cadastro no Minha Casa Minha Vida.


minha casa minha vida cadastro

Dicas Do Programa Minha Casa Minha Vida

Primeiramente, é importante que o interessado tenha em mãos o CPF, RG, um comprovante de renda e também de residência;

No entanto, o interessado deve se certificar que está dentro dos padrões e das regras de acesso estabelecidos pela Caixa.

Entretanto, todos os perfis passarão por análise.

Assim, se o interessado for contemplado no sorteio, ele receberá uma carta da Caixa em seu endereço.

Sendo assim, nesta carta é feito um convite para comparecer a uma reunião.

Lembrando que, nela serão estabelecidas as datas para entrega dos documentos e assinatura do contrato com a Caixa.

Entretanto, o interessado deve garantir que todos os seus dados estão preenchidos corretamente, para evitar futuros atrasos no processo.

No entanto, o sorteio depende exclusivamente da sorte do candidato.

Saiba tudo sobre o Minha Casa Minha Vida – Clique aqui.

Portanto, se o artigo foi interessante para você, clique no botão CURTIR e em seguida COMPARTILHE com seus amigos. Assim, estará ajudando mais pessoas e tornando o mundo melhor.

Comentarios

Comentarios